outubro 16, 2019

A atração que cuspia fogo


Ao lançar-lhe o seu fálico sorriso, ela que não estava interessada, sentiu um calor absurdo vindo das mais íntimas profundezas do seu ser. Já entregava-se desde esse instante, mesmo sem saber que o fazia.

Haviam palavras ditas em silêncio, conversavam mas ninguém ouvia. Tomavam juntos num mesmo cálice de pecado, uma após outra, doses de loucura. No ar ouvia-se música e todos dançavam, mas a melodia deles era outra, provavelmente de uma dimensão desconhecida.

A sua provocação a seduzia, mas por sua vez, fingia não se importar; ele estava confiante, pois ela demonstrava interesse inconsciente. Vestida da mais pura excitação, permitiu que de leve a tocasse e então um tremor percorreu pelo seu corpo. Se mais alguém a encostasse naquele momento, muito provavelmente haveria uma descarga elétrica coletiva.

Poderia ter sido apenas uma alucinante e divertida aventura, mas por nunca ter provado nada igual, não sabia como absorvê-la convenientemente. Exalava sensualidade pelos poros, de certo fora isso que o atraiu feito animal no cio. Ele tirou-lhe o juízo como quem lhe havia tirado a virgindade antes. 

Eróticos pensamentos tomavam conta dos seus próximos dias, não conseguia se livrar deles e então resolveu alimentá-los. Mas eles não eram como animais de estimação e sim dragões incansáveis, além de terem apetite feroz. Enquanto ainda bebês, ela podia dominá-los e aos seus comportamentos, contudo cresceram mais rápido do que imaginava, tornando-se feras dominadoras e perigosas. Já escrava dos seus senhores, virou refém da sua sexualidade desmedida, mas passado os momentos de euforia descobriu ser alguém triste por ter que guardar tantos e comprometedores segredos. 



outubro 15, 2019

Se tiver que ir, vá com Deus


Do que são feitos os abandonos, senão de sentimentos mesquinhos e desprezíveis! Quem parte por decisão própria, não se importa com a dor que deixa e nem com quem está machucando. O seu egoísmo é de uma crueldade impronunciável.

Despedidas são doloridas, porém necessárias. É preciso que haja ao menos um aviso antes mesmo que as malas sejam feitas, mesmo que isso pareça irrelevante. Independente dos motivos, nem importa quem tenha razão, a resolução de seguir em frente sem levar ninguém consigo, com certeza debilita as relações íntimas, desestruturando por completo uma família inteira. Quem fica perde o chão, a voz e o equilíbrio, além de ter que assumir de imediato todas as consequências.

Empoderado, o vaidoso e cheio de verdades nem carrega culpas, segue sua vida como quer. Se leva algo, é só bagagem de mão.
Indignação pura aos que conhecem crime moral como esse e por mais que respeitemos o individualismo, não há como entender sem julgar. A falta de caráter que existe em determinadas pessoas é digna de pena, com duplo sentido, pois é um criminoso, um descompromissado, refazendo a sua história a custa do sofrimento alheio.

Aos que ficam cabe apenas aceitar, pois nunca haverão argumentos suficientes para que a situação mude. Não há para eles chance alguma de mudar o que poderia ser mudado, para que talvez houvesse novo reconhecimento, já que todas as pessoas mudam com o tempo. Não há tempo para chorar, não há tempo para sentir dó de si mesmo e nem dos seus. O que aparece do nada é um vazio, um buraco enorme no meio do caminho, que precisam aprender a contornar para que suas vidas possam também serem continuadas.

É de força de espírito e de união que mais precisam nessa fase, porque somente juntos é que poderão ser mais fortes.


outubro 12, 2019

Como entender quem é o mais forte ?


Costuma-se opinar sobre o comportamento humano, determinando-se fraquezas para os que nos parecem mais vulneráveis, sendo que os determinados e cheios de opiniões, constantemente sobem em nosso conceito. Nada mais fiel do que a vida para nos ensinar que aparências nos enganam.
O que conta pontos não são apenas as atitudes, porque muitos demoram até um tempo considerável para fazer bom uso delas, o que conta mesmo é a garra e a determinação que se tem para superar-se.
Aqueles que um dia tinham todas as respostas deixaram de questionar-se, considerando serem espertos demais, e então perderam boas oportunidades de crescimento pessoal; com suas vaidades e egoísmo, afastaram, inclusive, os que lhe queriam tão bem. Ao mesmo tempo, os que antes incomodavam com suas eternas dúvidas, souberam ouvir conselhos e absorveram experiências, acrescentando praticidade e um desejo maior de abraçar o mundo com seus próprios esforços, sem se escorar em ninguém.
Avaliando relacionamentos desta forma, fica muito mais fácil conhecer quem é quem.

Não seja seu próprio inimigo



Se prefere não dizer o que sente, te desejo boa sorte, porque vai precisar; se bem que nem é a sorte que vai lhe favorecer, mas sim muito repouso e cuidados, além de remédios, porque com toda certeza haverá de adoecer. O que não dizemos fica acumulado dentro da gente e mágoas fazem um mau danado.

Ao considerar que contando ninguém poderá ajudá-lo, se engana, pois uma vez tendo tirado de dentro a energia nociva, ela se dispersa e não mais irá prejudicá-lo tanto.

Se o problema vivido do momento não pode ser resolvido, que ao menos aprenda a conviver com as limitações, mas sem se culpar pela incompetência. Todos estamos a mercê de vivermos situações que não desejamos, nem por isso a nossa humilde existência precisa ser desbonificada.

Esconder-se dentro de si mesmo faz com que as tristezas se enraízem e comecem a contaminar outros bons sentimentos que existiam. Ao entendermos que nem para tudo há uma solução imediata, também aprendemos a ter mais paciência, lutando para mudar o que deve e pode ser mudado.

outubro 08, 2019

Musicoterapia


Músicas são massagens mentais, são capazes de nos motivar, trazendo conforto emocional e alegria, ou não, porque também podem nos trazer tristezas e nostalgia. Não importa qual o gênero, todas as escolhidas nos abraçam, como nós a elas. Tanto a nova quanto a velha geração entendem a sua importância. 
QUE BOM QUE EXISTEM MÚSICAS !
QUE BOM QUE EXISTAM MÚSICOS !

Os mais conservadores ainda curtem a velha forma de ouvi-las, são os chamados "Vintage", mas nunca ultrapassados, são apenas românticos incuráveis. Independente da tecnologia da vez, a chance que temos em apreciá-las é maravilhosa, nenhum de nós seria o mesmo se não fossem elas.

Se comparássemos, nós os mais antigos seríamos os discos de vinis, enquanto os mais novos o Ipod. A diferença gritante é que não tínhamos tanto e fácil acesso a todas opções musicas que se tem hoje e por isso nos apegávamos a uma única música de um lado A, como exemplo, cuja sacrificada aquisição nos permitia adquirir apenas discos compactos, com apenas duas únicas músicas. As rádios da época ajudavam a torná-las ainda mais especiais, sendo que o lado B também tinha o seu brilhantismo, fomos descobrindo com o tempo.

Cada geração usufrui do que tem, mas havemos de considerar que as de antes eram mais apegadas e por isso hoje somos saudosistas.

Ainda em tempo, vale lembrar que os jovens de agora serão os velhos do amanhã e talvez nem estejamos mais aqui para ver como será. Que tenham, portanto, aprendido também a apreciar suas músicas preferidas a ponto de mantê-las consigo, seja de que forma for. 

Pessoalmente desejo que as preferidas continuem fazendo morada em suas memórias e em seus corações. Músicas transcendem a nossa existência.

Gostou da matéria? Curta e compartilha.

outubro 06, 2019

Receba 50 Livros digitais pelo correio em sua casa


PROSA E POESIA
Magia dos Sentimentos

Receba em sua casa 50 livros digitais gravados 
em pen drive (1GB em arquivos) São
19 de prosa e poesia, 16 infantis,
11 místicos e 4 de artes
Apoie a escritora independente (menor preço)
Contato: WhatsApp (11) 99741.0864
Instagram @catitadesign
Facebook @catitadesignn
artescatiagarcia@gmail.com